Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

30
Jul14

Socorro

Se fosse inserida numa categoria de pessoas, sem dúvida nenhuma que era na categoria "pessoas que deixam tudo para a última da hora". E desta vez foi de propósito. Já há uns meses que sei que tenho que escolher o hospital para estagiar no próximo ano, até já tinha aqui falado no assunto. Sabia que era mais ou menos por esta altura que a decisão seria enviada. Guess what? Ainda não escolhi! E tenho que enviar amanhã. Está bonito isto! Tentei adiar a decisão o mais que pude porque é um assunto complicado e eu não conheço os hospitais todos para poder escolher como se soubesse o que esperar. Deram-me uma lista de 19 hospitais (Já não basta a indecisão em si, ainda dão um lista enorme) e já consegui reduzir para 11 uma vez que fui excluindo consoante a localização, os que já conhecia, etc. Não que seja interessante para vocês mas nesses 11 estão incluídos o Hospital da Luz, Santa Maria, São José, Santa Marta, Beatriz Ângelo, Dona Estefânia, Cruz Vermelha, Capuchos, Curry Cabral, SAMS e Maternidade Alfredo da Costa. Todos na zona de Lisboa dado que é o sítio onde moro. Dois destes tenho a certeza que quero colocar na minha lista. Só que tenho que colocar 5 por ordem de preferência, pelo que ainda me faltam 3 e não sei mesmo o que escolher, por isso estou a entrar em pânico! Caso já tenham visitado algum e conheçam minimamente para poderem afirmar que tem bom ambiente profissional e boas condições de trabalho, digam-me! De certeza que a vossa opinião me irá ajudar!

30
Jul14

2ºAno

Já vamos longe nas férias e só agora me lembrei de falar do final deste ano letivo. Sou uma tristeza. E muito atrasada também. Ora bem, posso dizer que o 2ºAno está concluído! Sem cadeiras em atraso, o que é melhor ainda! Todos diziam que este semestre em particular era o mais difícil de todos. Sinceramente não fiz disso um bicho de sete cabeças... Encarei o semestre como se fosse outro qualquer pelo qual já passei e, no final, não achei que fosse assim tão difícil para ser considerado o pior de sempre. Aliás, acho que este foi o semestre em que me empenhei mais e, consequentemente, onde tirei as minhas melhores notas no geral. Não vou dizer que fiquei contente com todas as notas porque há sempre aquelas que nos ficam entaladas. No meu caso, existem duas que poderiam ter sido um bocadinho melhores. Mas pronto, se não consegui também não me vou lamentar para sempre. As outras cinco correram exatamente como eu queria e fiquei bastante contente com as notas que consegui obter. Consegui subir a média em meio valor. Nada de especial é certo... Mas já é qualquer coisa! Ainda não está como eu quero mas ainda tenho uns anos para lá chegar por isso é trabalhar para tal. Resumindo, estou contente com o que fiz. Agora é continuar no próximo ano.

29
Jul14

Tuesday Night

Estava-me mesmo mesmo a apetecer ir ao cinema e, por isso, hoje vou à antestreia do Step Up 5. Vi todos os filmes da saga até agora. Em termos de história, sejamos sinceros, não é nada de especial. Não tem grande história. Mas o que me encanta mesmo nestes filmes é a dança. Sempre gostei de dançar. Aliás, cheguei a ter aulas de dança e tenho também algumas pessoas na família que fizeram da dança profissão por isso é uma coisa com a qual sempre convivi bastante. Em todos os filmes Step Up, a dança é o principal. E é por isso que eu gosto. Todos os actores dançam lindamente e eu fico completamente vidrada porque lá no fundo gostava de saber dançar tão bem quanto eles. Gostava de saber dançar mesmo à séria!  Portanto vou aproveitar esta noite para ficar com cara de parva a ver aqueles passos de dança de outro mundo e a empanturrar-me com pipocas até mais não. Para estragar a coisa, se calhar ainda como um hambúrguer antes. Só para ser a desgraça completa.

 

28
Jul14

TV

Não sou pessoa de ver muita televisão, o que se deve muitas vezes ao facto de ter pouco tempo disponível para tal. Durante a época de aulas quase não vejo nada. Só um ou dois programas que na altura me chamam mais à atenção. Nas férias já é diferente. Tenho mais tempo e aproveito para ver mais coisas. Geralmente não gosto muito dos programas de domingo à noite porque costumam dar todos ao mesmo. Casas dos Segredos, Big Brothers e essas coisas não são nada a minha onda. No entanto, há um programa que tenho acompanhado desde que começou, o The Voice Portugal. Os programas de música ainda são aqueles que me cativam mais. O The Voice foi um deles e, juntando os momentos em que o Reininho dizia coisas que ninguém diria num programa de televisão, a coisa ainda se tornava mais interessante. Ontem foi a final e tenho a dizer que adorei! Sinceramente não tinha um favorito porque todos eles eram magníficos mas destaco dois momentos que, para mim, foram os melhores da noite. O Alexandre Casimiro cantou uma versão totalmente diferente da música Pastor a que estamos habituados e tenho a dizer que gostei muito. Nem parecia a mesma música. Fez um óptimo trabalho! O outro momento da noite pertenceu ao Luís Sequeira, quando este cantou com a sua mentora Marisa Liz a música Rosa Sangue dos Amor Electro. Foi do caraças! Adorei, adorei, adorei! E arrepiei-me toda. Foi, sem dúvida, memorável. Deixo os vídeos de ambos os momentos para quem não viu e está interessado. Se não viram o momento do Luís Sequeira, aconselho mesmo, mesmo a ver! Aposto que vão gostar.

 

28
Jul14

Saudades

Que saudades que eu tenho do Algarve! É dos melhores sítios para passar as férias de Verão. Sol todos os dias, praias magníficas, paisagens lindas... Tem tudo o que eu precisava neste momento. Há dois anos que não vou para lá. Costumava ir sempre com a família mas nos últimos anos o meu pai tem tido imenso trabalho nesta altura do ano. E quando não está propriamente a trabalhar, tem que ir a reuniões sobre trabalho, o que torna as coisas complicadas devido à sua falta de tempo. Já o andei a chatear para ir este ano porque apetecia-me mesmo ir lá passar uns dias. Pode ser que o tenha convencido, não sei. Poderia eventualmente ir com os meus amigos se eles não fossem uns amiguinhos da onça. Vão todos para lá mas nenhum me leva. Tão queridos! Portanto resta-me mesmo esperar que o meu pai arranje tempo. Se alguém que está a ler isto, vai para o Algarve (muito provável porque toda a gente vai para lá menos eu) e tem pena de mim, tenho a dizer que como pouco e consigo enfiar-me numa mala de viagem pelo que, caso se tenham sensibilizado com a minha situação, fica já aqui claro que eu dou pouca despesa.

27
Jul14

Tagarelar

Eu sou uma tagarela nata. Comecei a falar muito antes de andar e, pelo que me dizem, foi bastante cedo. O que é certo é que falo, falo, falo até me fartar. O que normalmente não acontece. Adoro conversar sobre qualquer coisa. No meu grupo de amigos sou provavelmente a que fala mais. E se calhar sou também a que menos coisas de jeito diz, sou sincera. Às vezes dá-me muito para a parvoíce. Digamos que é capaz de ser uma coisa diária. Mas não há nada a fazer, está-me no sangue! Adoro contar piadas. A maioria são daquelas mesmo secas das quais ninguém se ri, só que eu acho piada na mesma. É triste porque às vezes acabo por ser a única que se ri. E da própria piada, o que ainda é pior. Algumas são lidas por aí (sei imensas desses sites parvos de piadas secas), outras são mesmo inventadas por mim no momento. Em termos de graça, vão dar os dois géneros ao mesmo. Mas pronto, também sei ter conversas sérias! Não sou tagarela só para a brincadeira e parvoíce. Na realidade gosto de falar sobre tudo. Política, atualidade... E tenho uma necessidade extrema de deixar bem claro o meu ponto de vista sobre o assunto, independetemente do tema. Isto nem sempre é bom, pode mesmo tornar-se chato para os outros. Por isso, eu própria admito, às vezes sou uma grande chata. O engraçado é que quando conheço as pessoas sou muito caladinha, todos os que me conhecem estranham isso. Depois com o tempo vou ganhando confiança e, a partir daí, já ninguém me cala. A culpa é das pessoas que me dão confiança! Não sabem onde se estão a meter. E vocês, também são assim tagarelas? Ou são mais calminhos?

25
Jul14

Oferta

O meu pai apareceu-me ontem cá em casa com isto. Oh Deus... Era mesmo o que eu precisava agora, mil chocolates para engordar. Eu por mim comia todos, não me importava. Mas a minha (mais ou menos) boa forma física não ia achar muita piada. Posto isto, e antes que comece a rebolar, é melhor mantê-los bem afastados de mim. Se quiserem algum digam. Eu não gosto nada disto mesmo... Não me custa dar. E quanto mais longe estiverem melhor!

 

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Segue-me

Follow

Mensagens

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D