Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

10
Mar15

Indecisões

Surgiu a oportunidade de participar numa espécie de concurso para o qual se tem que escrever um texto sobre um tema à escolha. E eu estou com imensas dúvidas se hei-de participar ou não. Gosto de escrever. É verdade que gosto mas daí até competir com outras pessoas... Não sei se acho piada à pressão que de certa forma me é imposta, ainda que indiretamente. Não faço ideia quem participará. Certamente existirão pessoas que escrevem mesmo bem! Como é que poderei competir com elas? Escrever é algo que realmente me faz sentir bem e me liberta. Mas daí até escrever bem ao ponto de participar numa coisa destas vai um grande passo. Depois surge o problema do tema. Acho que ficaria eternamente indecisa quanto ao assunto sobre o qual escreveria. Nunca mais ia sair nada desta cabeça. Mas esta história tem uma parte boa... O prémio! O prémio é bastante aliciante. No entanto, é só para o 1º lugar. Os restantes ficam a ver navios. Não sei o que faça. Não sei se participe, não sei sobre que raio hei-de escrever se decidir participar. E o pior é que não consigo tomar uma decisão.

09
Mar15

Estou doente

É 2ªfeira. Supostamente tenho aulas apenas às 15h. Adivinhem? Levantei-me mais cedo e vim para a faculdade armada em estudante super aplicada. Estou doente, só pode... A verdade é que na próxima semana tenho a primeira frequência e não me posso mesmo desleixar. Estou empenhada (por enquanto...) em melhorar as notas. Por isso cá estou eu. Numa segunda-feira. A estudar. Na faculdade. A uma hora destas. Estou m-a-l-u-c-a.

08
Mar15

Dona de casa desesperada

Resolvi tirar um pouco do meu fim de semana para fazer limpezas. Alguém tem que meter ordem nesta casa. Pois bem que demorei quase 2 horas a limpar uma divisão. A parte má é que ainda me faltam mais 8. Por este andar, lá para os meus 30 anos limpo a casa toda. Não vou conseguir dar conta do recado, já cheguei a essa conclusão. Será melhor deixar ficar assim e esperar que ela se arrume sozinha?! Às vezes gostava de ter uma casa pequenina. Um T0 ou coisa do género. Deve ser tão mais fácil de arrumar, limpar e tudo e tudo. Não fui feita para isto. Definitivamente.

P.S: Sou a única que, enquanto arruma a casa, dança mais do que efetivamente limpa?

 

06
Mar15

Relações

O amor anda no ar mas eu não o respiro. Falta-me o ar. Sufoco-me involuntariamente. A solteirice tem o seu lado bom mas culmina em saturação. E eu sinto-me cansada de não amar. Digam o que disserem, ninguém deseja estar solteiro. Não por muito tempo. Ao início parece um pequeno paraíso. Tem o seu período de incubação. Mas quando a solteirice se instala a sério, mostra que veio para ficar e anuncia os primeiros sintomas, percebemos que não é a melhor coisa do mundo. Surge a carência, a necessidade do outro. A falta da felicidade extrema e o sorriso parvo e inesperado. As mensagens às tantas da manhã e as saídas românticas. O dormir aconchegado pelo calor humano. O amor carnal. Aí percebemos que se calhar alguma coisa faz falta. O amor faz falta. Vejo tantos casais por aí. Felizes. E começo a pensar que o problema sou eu. Se calhar não fui feita para amar. Ou para ser amada. Às vezes temos de aceitar as coisas como elas são. Mesmo que estejam longe de ser o que idealizámos. Estou farta dessas tretas do "Há-de chegar o teu momento" e mais uma data de frases feitas que nos tentam impor para que doa menos. Para atenuar a solidão. Para nos dar a esperança de que um dia talvez encontremos alguém que nos dê tudo só com o olhar. Para mim, essa é das coisas mais difíceis de sempre. Encontrar a pessoa certa. A peça que falta encaixar no puzzle do coração. Desfeito em mil pedaços. Para os outros parece simples. A mim parece-me uma missão impossível. O defeito só pode ser meu. É mau demais para ser azar. É tempo a mais para ser castigo. 

06
Mar15

Sun

444.JPG

 

Parece que o sol resolveu aparecer finalmente e desta vez foi a sério! Eu adoro sol, o céu completamente azul e aquele calorzinho que já se começa a sentir... Esperemos que tenha vindo para ficar porque eu já me comecei a habituar. Dias com sol são dias mais felizes! Pelo menos para mim. Sinto-me muito mais alegre e bem disposta nestes dias. Vou tentar aproveitar o fim de semana antes de me trancar em casa para estudar para as primeiras frequências. Aproveitem também que o tempo tem estado maravilhoso!

01
Mar15

Redes Sociais

No início de 2012 criei um tumblr. Inicialmente achava super complicado, estranho e pouco funcional. Com o tempo fui percebendo o seu funcionamento e comecei realmente a passar lá uma grande parte do tempo em que estava no computador. Entretanto, surgiu a faculdade e como o tempo disponível foi diminuindo, acabei por deixar o tumblr um bocadinho de parte... Acho que até acabei por me esquecer mesmo que tinha uma conta lá. Nos últimos dois meses, voltei a utilizá-lo mais. Não sei bem porquê mas apeteceu-me... Talvez por estar um bocadinho farta do facebook. O que é certo é que voltei a ficar viciada. Sempre que posso vou lá e atualizo a minha página. É uma das redes sociais que mais gosto. Tem todo o tipo de imagens - giras, inspiradoras, fofinhas. Imagens que nos fazem rir. Outras que nos fazem pensar. Muitas vezes encontro por lá algo com que realmente me identifico. E na maioria desses casos, acabo por publicá-las também aqui. Se quiserem visitar a minha página no tumblr, cliquem aqui. Não precisam de me seguir nem nada do género. Só deixo o link para o caso de terem curiosidade. Podem deixar também os vossos tumblrs nos comentários. Sintam-se à vontade!

Pág. 4/4