Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

09
Fev16

Digam-me que não sou psicopata

Reparar numa pessoa desconhecida acontece a toda a gente, certo? No meio de uma multidão, há sempre alguém específico que nos salta à vista e nos capta a atenção. Acho que acontece a toda a gente. É uma coisa completamente normal. Agora digam-me se é normal ficar a pensar nestas alminhas dias a fio? Digam-me. É que se não começo a achar que sou psicopata. A verdade é que eu vi o moço uma noite. Uma única noite. Várias vezes, é certo. (É que depois eu sou daquelas pessoas que fica a olhar a PORCARIA DA NOITE INTEIRA para a MESMA pessoa. Isto se calhar já não é normal. É só parvo). Eu olhei para ele, ele olhou para mim. Foi aquele eye contact que acontece com todos nós. Claro que eu fiquei à espera que ele viesse ter comigo e me pedisse para casar e ter filhos (Não é isso que se começa logo a imaginar?! Não deve ser, de certeza. Eu é que sou doida). Mas vá, agora fora de brincadeiras que já estou a divagar... Ele não veio mesmo ter comigo (o que eu gostava que tivesse acontecido) e eu também não fui ter com ele (que eu cá não gosto de dar o primeiro passo). E ficámos assim a noite inteira. Conclusão: cada um foi a sua vida. Segunda conclusão: a PORRA do rapaz não me sai da cabeça. Terceira conclusão: Não sei nada desta bida sobre ele. Quarta conclusão que necessita de confirmação: Sou psicopata não sou? Confirmem-me só para marcar a consulta o mais rapidamente possível. Com sorte ainda dá para me internarem hoje. Vá, digam-me lá que isto também já vos aconteceu! É que estou a ficar maluca. Também se aceitam sugestões para apagar pessoas do pensamento. Bater com a cabeça na parede não vale. Ficar com amnésia até é boa ideia mas um traumatismo craniano não vinha nada a calhar agora. Talvez daqui a duas horas. 

 

Só para terminar, vou deixar aqui um apelo: A quem encontrar o rapaz, ofereço uma boa recompensa e quem sabe ainda vos convido para padrinhos do casamento. Esta tarefa não é nada, nada difícil. Pensem bem. Temos de ser uns para os outros e vocês sabem perfeitamente que eu faria o mesmo por vós. 

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Ana 09.02.2016

    Já procurei e até agora não há rasto do moço!
    Ir ao sítio muitas vezes é complicado e o livro "O Segredo" já li algumas páginas no mês passado, já devia estar a adivinhar :p Achas que devo retomar a leitura? Ahah Já estou por tudo
  • Sem imagem de perfil

    Carla Marques 11.02.2016

    E porque não?! :)
    Há alturas na vida em que estamos por tudo.
    O que tem que ser tem muita força.. :P O melhor é andares sempre no teu melhor, não vás cruzar-te com ele por aí outra vez (nunca se sabe). Se não acontecer pensa que é porque ele deve ser um bêbado ou um atrofiado e não valia a pena.
    Boa sorte. beijinhos
    :P
  • Imagem de perfil

    Ana 11.02.2016

    Ahah gosto dessa maneira de pensar!
    Tenho de pensar duas vezes antes de ir pôr o lixo à rua de pijama :p
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.