Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

27
Nov15

Resumo de uma black friday

Sobrevivi, é verdade! Não estava assim tão mau a nível de multidão. Estava mais ou menos acessível. É claro que dependeu um bocadinho da loja mas até consegui experimentar roupa sem estar muito tempo na fila. Acabei por gastar mais do que devia. Quem nunca? E mesmo assim não comprei exatamente o que desejava. Típico. Resumindo e concluindo, acabei por trazer uma camisa da Zara (já andava de olho nela há um mês, à vontade), um cachecol da Stradivarius muito fofinho e uma camisola de malha com brilhantes da Mango. Não tinha conhecimento dos descontos da Mango mas vale a pena passar por lá! Está tudo com 30% de desconto e tem coisas muito giras! E está assim até domingo! Fiquei lá com um casaco debaixo de olho que não sei se não vai ser meu entretanto! Às vezes não dá para resistir... Também me apaixonei por um vestido lindo mas custava 100€. Demasiado para a minha modesta conta bancária. A camisola que comprei lá estava com um preço justo. No entanto, quando cheguei à caixa, o preço original não era o que estava marcado. Era uns 6€ mais barato. A juntar a isto ainda tive os 30% de desconto. Fiquei super contente, claro. Adoro quando isto acontece. Quanto às tão desejadas botas, fui a duas Zaras e não as encontrei! No entanto, na Stradivarius estavam umas bastante semelhantes e ao mesmo preço. Estive quase, quase para trazer. Mas como já estava a abusar, resolvi deixar para outro dia. O desconto não era assim tão grande. Acho que em geral valeu a pena! Algumas coisas estavam com bons preços. Quem tem muita paciência e tempo, consegue encontrar muita coisa jeitosa! Até mesmo para oferecer no Natal. No final, quando a fome já apertava, ainda pensei ir provar aquele famoso pastel de bacalhau com queijo da serra. Tem muito bom ar! Mas fui perguntar o preço e era 3,50€. 3,50€ por um pastel de bacalhau??? Na na na. Fiquei logo sem fome. 

26
Nov15

Black friday

Amanhã temos black friday. Não sou muito de ligar a estas iniciativas mas desta vez estou a pensar ir dar uma voltinha pela baixa para ver se encontro algumas peças que preciso. Do que andei a ler, algumas lojas até valem a pena. Claro que umas têm descontos melhores do que outras mas, em geral, estas iniciativas dão jeitinho para comprar coisas que nos estejam a fazer falta. As lojas pelas quais quero mesmo passar são:

 

  • Zara: Todos os artigos vão estar com 20% de desconto. Talvez compre as botas que já postei aqui! Já ando de olho nelas há algum tempo. Vamos ver se encontro o meu tamanho.
  • Oysho: Também terá um desconto de 20% em todos os produtos. Acho que vou aproveitar para renovar a roupa interior e comprar um pijama. A Oysho tem os pijamas mais fofos de sempre.
  • Stradivarius: O desconto é também de 20%. Vou tentar encontrar umas camisolas de malha giras. Com o frio que tem estado, apercebi-me que preciso de umas camisolas novas. 

 

E pronto, estas 3 lojas são mesmo obrigatórias. Espero encontrar alguma coisa de jeito! Vamos lá ver... Também vão aproveitar as promoções de amanhã? Podem ver aqui mais lojas que participam na black friday.

15
Nov15

Botins

Quando meto uma coisa na cabeça, é muiiito difícil reverter a situação! Isto aplica-se a qualquer assunto. Neste caso específico, falo de uns botins. Meti na cabeça que tinha de comprar uns botins com salto. Porque são giros. Porque acho que me vão ficar bem. E por mais mil razões que eu arranjo num instante para justificar esta compra. Não é que eu os vá usar muitas vezes. Não posso usar no estágio, logo de segunda a quinta ficariam arrumadinhos em casa. Mas meti na cabeça que vale a pena comprar só para os restantes 3 dias. O que é que se pode fazer? Não há quem me demova. E como tal, já ando de olho nas lojas há algum tempo para ver o que é que me agrada mais. Ainda há um mês ou dois comprei umas botas mas vamos ignorar esse pormenor irrelevante... Os que tenho debaixo de olho neste momento são estes da Zara. Acho que vou mesmo comprar. Estou decidida. Também acho que duas semanas depois me vou arrepender. Que vou achar que fico muito alta para o costume e não vou usar. Mas enquanto isso não acontecer, a ideia não vai deixar de me perseguir. Portanto não há muito a fazer. Só me resta mesmo comprar. Que chatice. 

7137001040_2_1_1.jpg

15
Jul15

As férias também dão dores de cabeça

Percebe-se que vou mesmo de férias quando vou às compras e as coisas que compro são escovas de cabelo, toalha de praia, pijama, protector, bronzeador e mais mil tretas que só se usam efetivamente no verão. E gasto o meu dinheiro todo nisto. Cada vez que penso, vejo que há mais alguma coisa que dava jeito comprar. O melhor é mesmo ficar por aqui se não acontecem duas situações: primeiro fico sem dinheiro para nada e segundo, preciso de um trolley maior que eu.

08
Jul15

Peripécias no Hipermercado

Tenho reparado que, de cada vez que vou a um hipermercado, existem certas situações que se repetem. Sem eu querer, sem reparar. Acabam sempre por acontecer. Vejam se também se identificam com algumas:

 

1. Vou às compras de propósito para comprar café (é só um exemplo, pode ser outra coisa qualquer). Compro tudo o que existe. EXCEPTO o café. Ah... e também me esqueço do pão. (Por amor de deus, quem é que se esquece do pão? Esse bem essencial à vida...)

 

2. Aconteça o que acontecer, quase sempre ponho compras no carrinho errado. Pode ter lá dentro um elefante, pode estar lá um barco a remos. Pode lá estar tudo e mais alguma coisa que eu não reparo que aquele carrinho de compras NÃO é meu.

 

3. Se ponho compras no carrinho errado, o que é que acham que faço mais? Claro, começo a empurrar o carrinho das outras pessoas como se fosse meu. Até agora tive sorte porque reparei a tempo e não fui pagar compras de outras pessoas. Sortudas eram elas que ficavam com tudo pago. (E eu provavelmente ficava com uma ração de gato que nem preciso)

 

4. Sabem aquele momento de escolher a caixa do hipermercado para a qual ir? Pois é, não vale a pena estar meia hora a tentar perceber qual é que tem menos gente. Afinal vamos SEMPRE parar à caixa em que alguém se esqueceu de pesar 5kgs de limões e 3 toneladas de couve galega. Acabamos por ficar ali mais 2 horas na fila. Nada a fazer.

15
Jun15

Calçado

Desde o ano passado que ando de olho nas alpercatas da Paez. No verão passado estive mesmo, mesmo para comprar mas acabei por deixar o tempo passar e a compra não aconteceu. Este ano já andei novamente a ver. Acho que é desta que vou comprar! No entanto, estou indecisa entre estes modelos aqui em baixo, como não poderia deixar de ser. 

alaska.jpg

canyon.jpg

 

hera.jpg

portugal.jpg

 

27
Abr15

Tentações

Ando a pensar nuns brincos que vi numa loja há uma semana. O problema é que custam 20€. É demais para uma pessoa que está sempre a comprar brincos e tem uma colecção gigante. Mas ao longo do tempo tenho vindo a ceder... Começo a achar que os devia mesmo comprar. Por isso, por favor, prendam-me a uma cadeira antes que eu vá à loja e deixe lá o equivalente a 8 ou 9 almoços na faculdade. Ou é isso ou fico duas semanas sem me alimentar.

03
Abr15

Síndrome de supermercado

Com esta história dos sacos a 0,10€, apercebi-me que tinha um problema. Antes nunca tinha dado conta de que era assim mas entretanto comecei a prestar atenção aos meus movimentos e realmente confirma-se: eu tenho uma coisa a que chamei "síndrome de pessoa que acha que pode comprar tudo sem usar um cesto/carro". Pois é, meus amigos. Quer vá comprar uma garrafa de água, quer vá fazer as compras do mês, eu acho que nunca preciso de usar um cesto ou um carrinho de compras. Acho que consigo levar tudo com estas duas mãozinhas. Mesmo que sejam 3 sacos de batatas e 7 bacalhaus. É que acaba por ser estúpido porque levo uma pilha de coisas e às vezes acabo por perder metade pelo caminho. No entanto, continuo a não me importar muito com a situação. Ando sempre nos hipermercados a fazer de equilibrista. O monte de coisas é tão grande que provavelmente no final das compras já ninguém me vê a cara (também não perdem muito, deixem lá). E agora com esta história dos sacos pagos, vai ser tudo igual mas a caminho de casa. Se encontrarem por aí uns iogurtes perdidos, possivelmente serão meus. Nessa altura tenham piedade de mim e devolvam porque é pecado ficar com o iogurte alheio. E vocês não querem ser punidos por tal acto, pois não?!

30
Mar15

Telemóvel

Já estava há algum tempo para comprar um telemóvel novo mas sinceramente o facto de gastar dinheiro nisso não me agradava muito. O meu realmente já estava a pedir reforma há uns tempos. O ano passado já tinha ameaçado e eu percebi que tinha que começar a pensar na ideia de comprar um novo. Pois bem que foi este fim de semana que lá fui. Ultrapassei o orçamento que tinha em mente, o que me doeu um bocadinho na alma. Quando se trata de comprar coisas assim caras, dói-me sempre a alma no momento em que estou a largar o dinheiro. Se o telemóvel é melhor do que o que tinha? Bem melhor. Se precisava? Sim, estava a precisar. Mas continuo a pensar no dinheiro que lá deixei e não volta. Mas nem tudo pode ser mau... Pelo menos tenho um telefone giro que dói. Já dá para atenuar um bocadinho a dor.

Mais sobre mim

foto do autor

Segue-me

Follow

Mensagens

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D