Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

06
Jan15

Um universitário também chora

4.JPG

 

Como eu sei que há aqui pessoas na mesma situação que eu de ter uma época de exames pela frente, deixo-vos aqui uma página de facebook muito motivadora (nadaaa!). Só para entreterem o vosso tempo naqueles momentos em que deviam estar a estudar e não estão... Tipo eu, exatamente agora. Quem escreve esta página tem exatamente as mesmas dores de cabeça que nós, estudantes universitários em fase de negação,  por isso entretenham-se e vejam que há sempre alguém que nos compreende no que diz respeito aos dramas da universidade. 

28
Set14

Fotografias

Não é só pelo mundo dos blogs que os desafios têm estado em altas. Também pelo facebook tem acontecido o mesmo. Começou com o banho gelado, passou pelas fotografias sem maquilhagem e agora surgiu o desafio de pôr fotos em criança. Eu bem me escondi. Bem tentei escapar! Safei-me dos dois primeiros mas deste último não consegui fugir. Bem, mais vale pôr umas fotos da mini Ana do que levar com um balde de água gelada. Lá isso é verdade. Fui desafiada por uma amiga da faculdade e, como não pago jantares a ninguém, lá tive que cumprir o desafio. Fui então chatear a minha mãe para ver onde andavam as minhas fotos pré-históricas. Felizmente era mais bonita que um dinossauro, o que já não é nada mau. Fomos ao fundo do baú e lá conseguimos encontrar umas fotografias engraçadas. Já que tinha que mostrar a minha mini-fronha que fosse, pelo menos, numas fotos em condições. Algumas delas nem sabia que existam, ou pelo menos não me lembrava. Acabei por colocar uma compilação de três fotos. Uma mesmo bebézinha, outra para aí com um ano ou perto disso e uma última já maior, com três ou quatro anos. Realmente no que as pessoas se tornam... Era uma coisinha fofa. Modéstia à parte, posso dizer que não me importava nada de ter um bebé igual a mim. Era bastante sorridente e muito bochechuda. Agora sou maior, as bochechas fugiram e a fofura também. Mas pronto, é o que se pode arranjar. Bem diz a minha mãe que gostava de mim era em bebé. Agora percebo.

29
Mar14

É como se tivesse ido

Não fui ao concerto da Beyoncé. Não porque não quisesse mas na realidade não perdi muito. É que o facebook foi bombardeado com fotos e vídeos do concerto. Pensei que se pagava para ver o artista, não para tirar fotos e pôr no instagram e etc em tempo real. Eu cá agradeço! Porque não fui mas é quase como se tivesse ido. Pessoas, tenho um conselho: curtam o momento e deixem o telemóvel em casa. 

04
Jan14

Precisava mesmo disto

 

Talvez assim já estudasse mais e em condições. Estudo sempre com o computador ao lado mas mesmo estando fechado, há sempre aquela tentação. Às vezes não resisto e lá vou eu para o facebook, depois o Candy Crush também não ajuda nada. Aquela porcaria é mesmo viciante...

Se nada disto existisse, o meu estudo era bastante mais produtivo, mas pronto, a vida também não era a mesma coisa.

Quanto ao estudo para a 1ªfrequência, nem está mau de todo, apesar da matéria ser a maior seca de todos os tempos. O pior são as frequências seguintes, ainda não está nada estudado. Bahhhhh! A época de exames é sempre a mesma tortura! QUERO MAIS FÉRIAS.