Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

25
Jun15

Fotografia

Quando não tenho nada para fazer gosto de tirar umas fotografias. Ando há imenso tempo para comprar uma máquina nova mas até agora ainda não aconteceu. Até a minha não tenho usado porque sinceramente também já não está nas melhores condições. Por isso, sempre que vou a algum lado e me dá vontade, aproveito e tiro umas fotografias com o telemóvel. Algumas até ficam engraçadas. Ora vejam algumas que tirei!

2015-05-31 06.11.59 1.jpg

2015-06-25 01.23.11 1.jpg

2015-06-25 01.17.46 2.jpg

2015-06-25 01.23.10 1.jpg

2015-05-31 07.48.07 1.jpg

2015-06-25 01.31.32 1.jpg

28
Set14

Fotografias

Não é só pelo mundo dos blogs que os desafios têm estado em altas. Também pelo facebook tem acontecido o mesmo. Começou com o banho gelado, passou pelas fotografias sem maquilhagem e agora surgiu o desafio de pôr fotos em criança. Eu bem me escondi. Bem tentei escapar! Safei-me dos dois primeiros mas deste último não consegui fugir. Bem, mais vale pôr umas fotos da mini Ana do que levar com um balde de água gelada. Lá isso é verdade. Fui desafiada por uma amiga da faculdade e, como não pago jantares a ninguém, lá tive que cumprir o desafio. Fui então chatear a minha mãe para ver onde andavam as minhas fotos pré-históricas. Felizmente era mais bonita que um dinossauro, o que já não é nada mau. Fomos ao fundo do baú e lá conseguimos encontrar umas fotografias engraçadas. Já que tinha que mostrar a minha mini-fronha que fosse, pelo menos, numas fotos em condições. Algumas delas nem sabia que existam, ou pelo menos não me lembrava. Acabei por colocar uma compilação de três fotos. Uma mesmo bebézinha, outra para aí com um ano ou perto disso e uma última já maior, com três ou quatro anos. Realmente no que as pessoas se tornam... Era uma coisinha fofa. Modéstia à parte, posso dizer que não me importava nada de ter um bebé igual a mim. Era bastante sorridente e muito bochechuda. Agora sou maior, as bochechas fugiram e a fofura também. Mas pronto, é o que se pode arranjar. Bem diz a minha mãe que gostava de mim era em bebé. Agora percebo.

10
Set14

Resumo de umas férias no Algarve

Após uma semana no Algarve, o que resta são 700 fotografias. Destas 700, 40% são paisagens, 50% são caretas e fotos sem jeito nenhum. Posto isto, são 10% as que sobram e que realmente interessam pois foram nestas que as pessoas ficaram razoavelmente bonitas. Conclusão: chegava muito bem ter tirado apenas 100 se eu soubesse tirar fotografias em condições e não fizesse mil e uma caras de parva. Há coisas que nunca irão mudar. Qualquer pessoa que visse as fotografias correspondentes aos 50%, ligaria para um manicómio para me internar.

24
Abr14

A arte de ficar bem na fotografia

Se há coisa para a qual não tenho paciência alguma é tratar de documentos. Com isto falo em fazer cartões de cidadão, cartas de condução, etc. É das coisas mais chatas que existem, que nos roubam imenso tempo e que eu deixo sempre por fazer até à última da hora. Se calhar já andei para aí ilegal, sabe-se lá. Há uns dias fui fazer um novo cartão de cidadão completamente consciente de que iria ter que esperar algum tempo, possivelmente algumas horas. Mas como não podemos fugir a estas coisas, tinha que as aguentar. Esperei, esperei. Em pé, pois claro. Os sofás já estavam todos ocupados. Em 45 minutos fui atendida, nada mau para a expectativa que tinha. Cheguei ao balcão, dei os meus dados e de seguida passei à parte mais espectacular de todo este processo: a bela da fotografia! Ainda nem tinha feito qualquer expressão facial já o senhor me dizia "Não mostre os dentes!". "Ok...", pensei cá para mim. Estando eu numa das situações que mais odeio, estava cheia de vontade de mostrar a dentadura toda. Claro. Lá tirei a dita fotografia e nem me empenhei muito para fazer uma cara minimamente decente. A foto do cartão de cidadão nunca nesta vida irá ficar bem. Mas mesmo nunca! Não vela a pena tentar fazer esta ou outra cara. E eu até posso não ser giraça como a Sara Sampaio mas não, isto não é só de mim. É que todas as pessoas que conheço ficaram com cara de parvas na fotografia. A verdade é que não vale a pena esforçarmo-nos. Vamos parecer sempre presidiários. Se a fotografia fosse de corpo inteiro só faltava irmos às riscas et voilà, ficava perfeito! Éramos logo aceites no estabelecimento prisional mais próximo.

Mais sobre mim

foto do autor

Segue-me

Follow

Mensagens

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D