Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

08
Jul15

Peripécias no Hipermercado

Tenho reparado que, de cada vez que vou a um hipermercado, existem certas situações que se repetem. Sem eu querer, sem reparar. Acabam sempre por acontecer. Vejam se também se identificam com algumas:

 

1. Vou às compras de propósito para comprar café (é só um exemplo, pode ser outra coisa qualquer). Compro tudo o que existe. EXCEPTO o café. Ah... e também me esqueço do pão. (Por amor de deus, quem é que se esquece do pão? Esse bem essencial à vida...)

 

2. Aconteça o que acontecer, quase sempre ponho compras no carrinho errado. Pode ter lá dentro um elefante, pode estar lá um barco a remos. Pode lá estar tudo e mais alguma coisa que eu não reparo que aquele carrinho de compras NÃO é meu.

 

3. Se ponho compras no carrinho errado, o que é que acham que faço mais? Claro, começo a empurrar o carrinho das outras pessoas como se fosse meu. Até agora tive sorte porque reparei a tempo e não fui pagar compras de outras pessoas. Sortudas eram elas que ficavam com tudo pago. (E eu provavelmente ficava com uma ração de gato que nem preciso)

 

4. Sabem aquele momento de escolher a caixa do hipermercado para a qual ir? Pois é, não vale a pena estar meia hora a tentar perceber qual é que tem menos gente. Afinal vamos SEMPRE parar à caixa em que alguém se esqueceu de pesar 5kgs de limões e 3 toneladas de couve galega. Acabamos por ficar ali mais 2 horas na fila. Nada a fazer.

11
Fev14

As revistas

São muitos os momentos em que me questiono sobre meia dúzia de coisas. A maioria delas não me leva a lado nenhum. São só pensamentos vagos e um tanto ou quanto inúteis. Já me surgiram mil e uma questões e a que me surgiu hoje foi: Porque é que há pessoas que param no hipermercado para ler as revistas cor de rosa? Não consigo entender. Será que a vida lhes dá tanta disponibilidade assim para dispenderem uma meia horita (ou mais, sei lá) em frente à parede das revistas? Será que não têm um almoço para fazer? Um cão para passear? O que eu acho mesmo é que estas pessoas que se sentem tão à vontade para fazer isto ainda não estão verdadeiramente à vontade. E que tal darem-lhes uns sofázinhos para lerem mais confortáveis? Que tal um serviço de chá, café? Uns biscoitinhos... O melhor é colocarem também umas camas, não vá esta gente querer prolongar-se nos dias e para além da TV Guia e da TV7 Dias, querer ler também a Maria, a Ana e todas as outras cujos títulos são tantos quanto os nomes próprios conhecidos.

Mais sobre mim

foto do autor

Segue-me

Follow

Mensagens

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D