Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

Vida de uma Estudante Universitária

A visão de uma estudante universitária sobre a sua vida académica e pessoal.

20
Set14

Olá descanso!

Não têm a noção do quanto eu ansiava a chegada do fim de semana. Esta primeira semana de aulas e praxe é capaz de ser uma das mais cansativas em todo o ano. Foram todos os dias a levantar-me cedo, vestir o traje e ir para a faculdade. Entre aulas e praxes sobrava-me pouquíssimo tempo que servia para comer e pouco mais. Quando chegava a casa, o desejo maior era cair na cama e não sair mais de lá, pelo que foi quase impossível passar por aqui para publicar alguma coisa decente, como eu já esperava. Estes dias serviram para conhecer os caloiros. Como já tinha dito, este ano a coisa foi mais para os do 2º ano e, por isso, andei um pouco mais afastada para lhes dar a liberdade a que têm direito. As praxes também foram as mais leves de sempre, muito devido ao facto da polémica que foi gerada desde o ano passado. Também reparei que os caloiros não são muito empenhados nas atividades. Até no jantar, que é a parte mais gira da semana, foram pouquinhos. Não percebo. No meu ano ia toda a gente! Queríamos conhecer-nos uns aos outros, divertirmo-nos juntos... e o jantar era a melhor altura para tal. As coisas já não são o que eram e este ano notou-se uma mudança gigante. Quanto às aulas propriamente ditas, que é o que mais interessa, não passaram muito de apresentações e coisas do género. Ainda não tenho noção das cadeiras que adoro e das que odeio porque ainda não aprofundámos nada. Na próxima semana já será a sério e não me sinto nada preparada. Quanto tempo demora para entrar no ritmo?!

14
Set14

Último dia

Hoje é o último dia oficial de férias. Nem quero acreditar que passou tão rápido mas é sempre assim... Agora é arrumar os biquinis e desarrumar os cadernos e livros. Amanhã regresso à faculdade! Esta primeira semana ainda é tudo a meio gás mas na próxima já é a sério. Vou vestir o traje mais uma vez. Cinco dias seguidinhos. Os meus pés vão gritar, chorar e tudo mais por ter que calçar aqueles sapatos horríveis. Mas não é nada que não se aguente... (com muitas queixas pelo meio). Também amanhã vou conhecer os novos caloiros. Estou ansiosa por saber como são e conhecê-los melhor. Este já não é o ano mais importante para mim para praxar. Agora é a vez dos alunos de 2ºAno praxarem pela primeira vez pelo que nós, do 3ºAno, ficaremos um pouco mais afastados, apenas para os guiar e ajudar no que mais precisarem. O mesmo se passa quanto a ter afilhados. É a vez deles serem escolhidos como padrinhos pela primeira vez, tal como nós já fomos. Gostava de ter afilhados novos este ano, até para continuar uma geração, mas provavelmente não terei. A ver vamos. O meu dia preferido nesta semana é sempre a quinta-feira. É o dia em que jantamos todos juntos, sem traje, de igual para igual. É o dia em que os conhecemos melhor e nos divertimos à brava. Vão ser uns dias muito intensos e cansativos, por isso não estranhem se passar aqui poucas vezes. Que comece a semana de integração!

25
Jan14

O post da praxe

Ando a tentar mais do que nunca conter-me e não fazer um post sobre o tema mais falado do momento: as praxes. Sei que há muitas opiniões e que iria gerar confusão. Não me apetece argumentar e alongar-me muito com o assunto por isso vou ficar-me por aqui. De qualquer das formas, queria referir que a minha opinião sobre o assunto está muito espelhada nos posts do ano passado que fiz enquanto caloira, basta vê-los. Só gostaria que este assunto ficasse encerrado o mais rápido possível para que as famílias possam fazer o seu luto em paz e para que terminem as picardias de quem é a favor e de quem é contra.

21
Set13

1ª Semana

E está concluída a 1ª semana de (poucas) aulas e de (muita) praxe. Como devem ter reparado ao longo desta semana que passou não fiz nenhum post. A verdade é que não tive tempo nenhum. Não vim ao computador nem vi televisão. Levantei-me cedo, todos os dias, trajei-me e fui para a faculdade, praxei, ri e diverti-me. Cheguei tarde a casa e só tive força para me dirigir até à cama e dormir.

Não pensem que a praxe é cansativa só para os caloiros. Para nós, veteranos, também é e muito. O ano passado não era dessa opinião mas agora que sou veterana é que percebo. É muito cansativo! Aguentar um calor desgraçado com o traje vestido, dores de pernas e pés que só nós sabemos, entre tudo o resto que dá muito trabalho referir... Os sapatos não foram feitos a pensar no conforto. Cheguei ao 2ºdia cheia de bolhas e feridas nos pés, era um sacrifício enorme todos os dias acordar e saber que tinha que pôr os pés naqueles sapatos, mas fora as coisas menos boas, foi uma semana fantástica.

Adorei conhecer a nova geração do meu curso. Gostei de praxar! Fui má e gritei quando tinha que ser, fui simpática e sorri quando achei que devia. A praxe não passa só por pô-los a olhar para o chão e mandá-los encher. Também há momentos de descontração e conversa em que mostramos o nosso verdadeiro eu e em que eles se dão a conhecer na sua verdadeira essência. E é nessas alturas que nos divertimos mais que nunca.

Tenho uma afilhada e espero não a desiludir. Sei que ela me escolheu porque acha que vou assumir bem o papel, por isso vou tentar ser uma madrinha presente e exemplar. Sinto orgulho nela e não é por ser minha afilhada, mas é a miúda mais fofa que lá anda.

Quinta-feira tivemos o jantar da faculdade e aí percebi que o meu curso está muito mais unido que no ano passado! E é tão bom sentir isto...

Os caloiros dizem que é muito estranho verem-nos com roupa normal. Dizem que ficamos muito diferentes. Percebo isso porque no meu ano de caloira pensava exactamente o mesmo.

É com orgulho e um pouco de emoção que vejo todo o meu curso a relacionar-se, a ser amigo e sobretudo a mostrar uma grande união.

Sei que quando acabar vou ter muitas saudades disto. Também sei que ainda faltam 2 anos mas o tempo agora passa tão depressa...

Enquanto praxo sinto saudades de ser praxada. É uma nostalgia tão grande. O ano de caloiro é o melhor, sem dúvida alguma.

12
Mai13

Triângulo da faculdade

Este triângulo é totalmente verdade! Nesta última semana acabei mais por socializar (refiro-me às praxes) e a dormir (muito pouco) do que estudar. E por isso o teste de quinta feira correu-me mal, muito mal! Sei que vou chumbar, tenho mesmo a certeza. Não estudei quase nada e a cadeira é a mais difícil que tenho. Vou a exame, é verdade, mas não me arrependo. Era a semana do enterro e não podia mesmo faltar. Era óbvio que alguma coisa tinha que ficar para trás. Ainda tentei estudar algumas coisas mas não me serviu de muito. O sono e o cansaço apoderaram-se de mim. Andei totalmente cansada esta semana e dormi muito pouco. Mas estou feliz na mesma! Temos que fazer escolhas ao longo da vida. Eu escolhi não estudar para aproveitar a minha última semana de caloira. Vou a exame! Não há-de ser nada. E prometo que vou estudar  muito, até não poder mais. Se a minha mãe sabe disto é capaz de me matar, mas não vai saber, portanto não há problema :p 
Ana S.